Notícias
Aneel define nova taxa de retorno de transmissoras e geradoras em 6,98%

Para distribuidoras, índice a ser aplicado neste ano será de 7,32%

Valor Econômico - 10/03/2020
Por Rafael Bitencourt

 
A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira a nova metodologia de cálculo da taxa de remuneração (Wacc, na sigla em inglês) das concessionárias de distribuição, transmissão e geração. Com isso, novos índices serão aplicados a partir de 2020.

As distribuidoras terão o Wacc reduzido de 8,09% para 7,32% ao ano em 2020. O índice será aplicado nas revisão tarifária periódica de cada concessionária. Essa revisão ocorre no intervalo de quatro ou cinco anos com cada concessionária, para reavaliar os parâmetros de eficiência do serviço e remuneração da empresa.

Os segmentos de transmissão e geração terão o Wacc reduzido de 7,66% para 6,98% ao ano. O percentual será aplicado a partir da atualização dos custos de transmissão e geração de energia, repassados para a tarifa.

No caso do segmento de geração, a chamada “Taxa Regulatória de Remuneração de Capital” valerá somente para as usinas do regime de cotas – modelo criado no governo Dilma Rousseff para reduzir as contas de luz por meio da renovação antecipada dos contratos de concessão.





Secretaria Executiva 

Associação Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico – FMASE
Rua Paes Leme, 215 - Ed. Thera Office - Conj. 504
São Paulo - SP - 05424-150
Tel.: 11 3089-8800 ou BSB 61 3327-6042
www.fmase.com.br