Notícias
Pandemia pode provocar queda de 6% nas emissões globais de carbono

Apesar disso, a OMM afirma que a redução não será suficiente para interromper a mudança climática

Valor  Econômico - 22/04/2020


A pandemia do novo coronavírus pode provocar uma queda de 6% nas emissões globais de dióxido de carbono (CO2) neste ano, projeta a Organização Meteorológica Mundial (OMM). “Nós estimamos que haverá uma queda de 6% nas emissões neste ano por causa da falta de emissões do transporte e da indústria de energia”, afirmou o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Apesar disso, a OMM afirma que a redução não será suficiente para interromper a mudança climática e pediu que os governos incluam a proteção do meio ambiente nos planos de recuperação econômica no pós-pandemia.

Será a primeira redução anual nas emissões desde a Segunda Guerra Mundial, de acordo com a OMMS. No entanto, a entidade teme que a recuperação econômica após a pandemia eleve o volume de CO2 jogado na atmosfera a níveis ainda superiores ao pré-crise.

“A covid-19 pode resultar em uma redução temporária nas emissões de gases de efeito estufa, mas isso não substitui a ação climática sustentada”, afirmou Taalas ao comentar as previsões divulgadas hoje.

O secretário-geral da OMM também pediu a mesma união global para combater a pandemia na luta contra a mudança climática.

Também hoje, a OMM publicou um estudo que indica que o período entre 2015 e 2019 foi o mais quente já registrado na história, com a temperatura média global tendo aumentado em 1,1ºC desde o período pré-industrial.





Secretaria Executiva 

Associação Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico – FMASE
Rua Paes Leme, 215 - Ed. Thera Office - Conj. 504
São Paulo - SP - 05424-150
Tel.: 11 3089-8800 ou BSB 61 3327-6042
www.fmase.com.br