Bem Vindo!
 

Caro Leitor,

Com um ano eleitoral tão atípico e com um calendário legislativo mais curto, o Fmase precisa ainda mais ampliar sua atuação em Brasília e fortalecer a imagem institucional. Investir na interação com os atores envolvidos em processos decisórios, aproximar-se mais da sociedade civil, comunidades e mídia, são os aspectos essenciais para desmistificar a imagem do Setor Elétrico como um degradador do meio ambiente.

Por essa razão, nesse biênio o Fmase vem resgatar a real importância do SEB na vida de cada Brasileiro. Demonstrando que a internalização dos conceitos da sustentabilidade, cresceu muito nas últimas décadas, no âmbito do setor elétrico, não foi diferente. O aumento da participação dos custos socioambientais no orçamento total dos empreendimentos, ao longo das últimas décadas, é o aspecto que mais impressiona.

Atualmente, estudos demonstram que o Setor chega a investir mais de 20% dos custos totais do empreendimento em ações de proteção socioambiental. Ainda, demonstram que as questões sociais, como remanejamento populacional, apoio às comunidades, municípios e infraestrutura, representam a maior parte desses custos (quase 80%). Isso porque, muitas vezes os empreendimentos ficam responsáveis por levar infraestrutura básica aos municípios de sua região de inserção, ações essas que, na maioria das vezes, deveriam ser conduzidas pelo poder público. Porém, mesmo com todos esses investimentos, percebe-se que os atores envolvidos no licenciamento ambiental não têm reconhecido essas iniciativas. Assim como, o consumidor final não percebe os impactos destes custos na tarifa paga de energia.

Dessa forma,  o Fmase entende que o Setor Elétrico precisa demonstrar que a proteção socioambiental e a preservação dos recursos naturais integraram definitivamente em seu rol de prioridades, no entanto a sociedade também precisa ter consciência do trabalho realizado e do custo de tais investimentos na tarifa final da energia paga por cada residência, indústria e comércio.

Marcelo Moraes
Presidente
Associação Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico – FMASE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
RSS RSS
Expectativa do setor elétrico é de que a votação seja concluída rapidamente na Câmara e passe também pelo Senado na semana que vem
Brasil atingiu 13,2 GW de capacidade instalada em junho, valor quase 20% superior ao registrado no ano anterior. O Rio Grande do Norte segue como maior produtor
Os recursos da CDE para dar mais competitividade à energia eólica e solar deram um salto em pouco tempo. Eram R$ 4 bilhões em 2013 e vão atingir R$ 8,7 bilhões neste ano.
As comercializadoras têm se fortalecido com negócios com grandes consumidores, como indústrias, que podem negociar contratos de suprimento no mercado livre a preços em geral mais atrativos que os cobrados pelas distribuidoras.
Apresentação FMASE

 

Veja nossa apresentação institucional e conheça o FMASE, seus membros, atuação e estrutura.

 


Proposta: Licenciamento Ambiental
Clique aqui e saiba mais sobre a proposta do FMASE com Diretrizes Institucionais para o Novo Marco Legal do Licenciamento Ambiental.
ÁREA RESTRITA
Para uso exclusivo de membros do FMASE.
      Entrar   
MEMBROS PARTICIPANTES

ABCE – ABCM – ABEEÓLICA – ABIAPE – ABRACE – ABRADEE

 ABRAGE – ABRAGEL – ABRAGET – ABRATE – APINE – ANACE

FUNCOGE – SCMA – CERPCH – ABSOLAR – ABRAPCH – ABEER

Secretaria Executiva 

Associação Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico – FMASE
Rua Paes Leme, 215 - Ed. Thera Office - Conj. 504
São Paulo - SP - 05424-150
Tel.: 11 3089-8800 ou BSB 61 3327-6042
www.fmase.com.br